Conjuntivite em bebês

15 Abr. 2020 / Maternidade / Saúde

Fonte: Lolly

A conjuntivite é caracterizada por uma inflamação da uma membrana que reveste os olhos e as pálpebras. Quase sempre ela é controlada, mas vale a pena levar o bebê ao médico por, em alguns casos, a conjuntivite poder escalar para meningite.
 
O bebê pode ter conjuntivite bacteriana, viral ou alérgica.
 
O tratamento para conjuntivite em bebê deve ser sempre orientado pelo oftalmologista ou pediatra e varia de acordo com o tipo de conjuntivite.
 
Durante o tratamento, é importante adotar cuidados como manter os olhos do bebê sempre bem limpos, utilizando lenços de papel descartáveis e sempre um novo para cada olho, não levar o bebê para a creche ou para a escola enquanto os sintomas durarem, lavar o rosto e as mãos do bebê várias vezes ao dia, evitar abraçar e beijar o bebê e trocar a fronha do travesseiro e a toalha diariamente.
 
Estes cuidados são muito importantes porque evitam o contágio da conjuntivite de um olho para o outro e do bebê para outras pessoas.
 
 
Os sintomas da conjuntivite no bebê ou no recém-nascido incluem:
 
- Olhos avermelhados e irritados;
- Olhos lacrimejando;
- Olhos com muita secreção, que pode ser branca, espessa ou amarelada;
- Coceira nos olhos;
- Pequeno inchaço nas pálpebras e ao redor dos olhos;
- Hipersensibilidade à luz;
- Irritabilidade e dificuldade em comer;
- Febre, principalmente no caso da conjuntivite bacteriana.

Recomendados Para Você:

 

© Copyright 2019 - Lolly Baby - Todos os Direitos Reservados